• Português do Brasil
  • English
  • Español
  • العربية

AUMENTO DE PRODUÇÃO DE AMENDOIM DE ALTA QUALIDADE GARANTE FORTE EXPANSÃO DE EXPORTAÇÕES DO BRASIL

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Nos últimos cinco anos, a exportação de amendoim do Brasil passou de 30 mil toneladas para 100 mil toneladas ao ano, segundo dados do Instituto Agronômico (IAC), do governo de São Paulo, como resultado do aumento de área plantada e da produtividade. Graças a essa expansão, o país é hoje o 5º maior exportador de amendoim do mundo, com vendas especialmente para Europa e Rússia.

Com o objetivo de mostrar a alta qualidade do amendoim brasileiro, quatro empresas brasileiras – Beatrice Peanuts, Coplana, Francfort Trade e Ostinato Grains & Oils – participarão da Snackex, feira internacional organizada pela European Snacks Association (ESA), que se realizará em Barcelona, nos dias 27 e 28 de junho. A participação das companhias é organizada pela Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (ABICAB) com apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil)

“A produção brasileira de amendoim vem aumentando em 10% ao ano, graças ao crescimento da área plantada e de produtividade, que foi acompanhado de investimentos das empresas em laboratórios, processamento, certificação, internacional e auditorias de qualidade”, explica o professor Ignacio Godoy, do Centro de Grãos e Fibras, do IAC.

Com aumento dos investimentos das empresas, aumentou a produção de amendoim com alto teor de ácido oleico, que tem maior resistência à rancificação, o que prolonga a vida do produto. “Mais de 80% do amendoim brasileiro tem esse padrão, o que estimulou as exportações”, diz Godoy.

No Brasil, o amendoim é plantado de forma sustentável, em rotação com as lavouras de cana de açúcar, e existe amplo espaço para aumentar a área de plantio sem impactos ambientais.

“Os preços internacionais estão estáveis e remuneram o produtor brasileiro, também há a possibilidade de expansão de área plantada, e essa combinação permite que o Brasil ofereça segurança de uma oferta continuada de um produto de qualidade”, avalia Godoy.

Representam o Brasil em Barcelona:

Beatrice Penauts – é a maior exportadora brasileira de amendoim, com mais de 42 mil toneladas exportadas em 2018, com destaque para as vendas à Europa, que cresceram 60% no ano passado. Os produtos da Beatrice têm certificação BRC e ISO 22000. A empresa investiu recentemente em uma nova shelling line, com capacidade de 25ton/h de processamento.

Coplana – is a cooperative of peanut growers founded in 1963. Annual exports close to 40.000mt of kernels spread to several countries including those in the EU. Coplana is BRC certified grade AA. Its portfolio contains raw and blanched peanuts, roasted peanuts and peanut paste.

Francfort Trade É uma empresa privada brasileira, orientada para a intermediação de negócios ingredientes alimentícios e comércio internacional entre empresas, tendo a responsabilidade de vendas e marketing. Operam em representação comercial e corretagem de produtos como amendoim, coco ralado, especiarias, frutos secos e óleos essenciais. Exportou 47 mil toneladas de amendoim em 2017 e 50 mil toneladas em 2018. Tem certificação ISSO 22000 FSSC, halal e kosher.

Ostinato & Brumau Peanuts and Oils– A empresa exportou mais de 30 mil toneladas de amendoim em 2018 e seu produto é consumido na Europa Ocidental e do Leste, e na América Latina. Entre seus produtos de destaque estão amendoim blancheado inteiro e banda e óleo de amendoim cru. Possui certificação BRC e FSSC 22000 em segurança alimentar, com garantia de rastreio e outros procedimentos, como HACCP (Pontos críticos de controle), que são aprimorados anualmente.

.-.-.-.-.-.

SOBRE A ABICAB – Fundada em 1957, a Abicab representa os principais fabricantes de Chocolate, Amendoim, Balas e derivados do País junto às esferas pública e privada, seja no Brasil ou no exterior. A indústria brasileira nestes setores fatura cerca de R$ 25 bilhões e gera mais de 42 mil empregos diretos, sendo considerada uma das mais relevantes do mundo, tanto em valor de venda quanto em qualidade e segurança dos produtos. A entidade, que representa atualmente 92% do mercado de chocolates, 93% do mercado de balas e confeitos e 62% do mercado de amendoim, tem como objetivo central implementar ações de valorização, promoção e fomento dos mercados internos e externo nestes setores.

SOBRE O PROJETO BRASIL SWEETS AND SNACKS – O Projeto Brasil Sweets and Snacks Project foi desenvolvido com o objetivo de fortalecer e promover o setor, sendo uma das principais atividades da ABICAB. Criado em parceria com a Apex-Brasil em Março 1998 com o objetivo de promover produtos brasileiros a nível internacional ele apoia atualmente 48 empresas que exportam para mais de 140 países.

Participe: www.brasilsns.org.br/br/participe

Sobre APEX-BRASIL – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. Para alcançar os objetivos, a Apex-Brasil realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira entre outras plataformas de negócios que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil.

 

For further information, please contact AJA Media Solutions:

 

Marcio Damasceno (Berlin): +49 179 8759154– damasceno@ajasolutions.co.uk

Maria Luiza Abbott (London): +44 772 0297199 – cuca@ajasolutions.co.uk