• Português do Brasil
  • English
  • Español
  • العربية

Empresas do setor de confectionery inovam para exportar

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Empresas associadas à ABICAB investem em modernização de embalagens e novos sabores, visando melhor exposição e maior participação no mercado internacional. Em parceria com a APEX-Brasil, o projeto Brasil Beyond cativou os associados e já coleciona bons resultados. Veja a seguir o que as empresas Amma, Docile, Embaré, Nugali, Peccin, Riclan e Santa Helena prepararam para fomentar as vendas no exterior:

‘’No primeiro semestre de 2013, apresentamos aos associados análises de mercado realizadas pela inteligência comercial da ABICAB, quanto à necessidade de desenvolver produtos e embalagens para gerar maior competitividade no mercado externo. Um ano depois, já identificamos grandes resultados e inovações por parte das indústrias”, declara Solange Isidoro, vice-presidente de Exportação da ABICAB.

Exportadora para nove países, a Amma conta com os nibs de cacau, chocolate em pó e cacau em pó, todos orgânicos. Os chocolates 30% e 45% ao leite, e os orgânicos 50%, 60%, 75%, 85% e 100% cacau, contam com embalagens que remetem à floresta brasileira. Resgatar e preservar a floresta por meio do cacau é parte da estratégia de sustentabilidade da empresa, e as embalagens, feitas manualmente, tornam evidente este apelo. Além dos chocolates, outro produto que leva a marca da brasilidade é o Theobrama Grandiflorum Cupuaçu, que valoriza a fruta típica do País.

A Docile, que exporta para 30 países, investe em um portfólio baseado na brasilidade e pretende conquistar maior participação no exterior. Minty Minty, Dente de Vampiro e Cobrinhas Azedinhas ganharam as cores do Brasil no próprio produto e também nas embalagens. Figuras como a baiana, o cangaceiro e o sambista são personagens que as estampam. O Cristo Redentor também faz parte da arte que homenageia o Brasil e suas vertentes culturais. A recém-chegada linha Doci MaxMallows agora tem sua textura colorida de verde e amarelo.

Com sabores de seis frutas genuinamente brasileiras, açaí, manga, pitanga, papaia, cupuaçu e graviola, a Embaré mistura, em suas embalagens, duas referências riquíssimas da cultura brasileira: as lendas indígenas e a linguagem do cordel. Apresentada durante a feira alemã ISM – International Sweets and Biscuits Fair, Colônia (AL), a linha Brazilian Delights é exportada para diversos países.

Durante a ISM-2014, realizada em Colônia (Alemanha), a catarinense Nugali lançou a linha Cacau em Flor. O produto, além de explorar o sabor do chocolate brasileiro, possui embalagem que homenageia o cacau, com ilustrações da planta e cores inspiradas nas diferentes colorações do fruto. Além disso, receberam textos em inglês e espanhol, fundamental para a comunicação no exterior.

A linha Amindu’s, da Santa Helena, acaba de passar por uma ampla reformulação das embalagens e ganhar os novos sabores pimenta com limão e mostarda e mel. Elementos e frases que retratam a ocasião de consumo do amendoim são transmitidos por imagens impressas nos pacotes, tais como, o amendoim sendo servido na cumbuca ou no happy hour. Foram mantidas as cores tradicionais e características, vermelha para o Amindu’s torrado e salgado e branca para o Amindu’s sem sal.