• Português do Brasil
  • English
  • Español
  • العربية

Empresas brasileiras apostam na exportação

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Em meio à crise econômica que o Brasil vivencia, há, sim, uma boa notícia para as empresas e produtos brasileiros. É hora de exportar! A dica é do especialista americano, Greg Seminara, proprietário da Export Solutions, que veio a São Paulo participar de um evento da Apex-Brasil – Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos -, e apresentou orientações para que empresas brasileiras consigam inserir seus produtos nas redes de varejo do exterior.

Com o objetivo de marcar presença no mercado internacional e aproveitar a oportunidade de vender no exterior, as empresas associadas ao Sweet Brasil, projeto setorial de promoção de exportação desenvolvida em parceria entre a Apex-Brasil e a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados – ABICAB -, estão investindo na exportação em 2015. A Nugali, de Pomerode (SC), é um dos destaques após investimento de quase R$ 1 milhão em desenvolvimento de produtos e adequação de linha para o mercado externo. “O projeto de expansão, que se inicia em 2015, inclui uma nova unidade fabril e prevê um valor em torno de R$ 10 milhões nos próximos seis anos”, comenta o presidente da empresa, Ivan Blumenschein.

Fora do País – A movimentação da empresa ara o mercado exterior começou em 2014 e o apelo dos cacaus brasileiros de alta qualidade é o maior destaque. Atualmente, a empresa exporta para três países: Emirados Árabes (Dubai), Argélia e Japão e, muito em breve, deve conquistar também os Estados Unidos. “Quanto a expectativas para 2015, a Nugali prevê que as exportações respondam por 5% do faturamento, mas a meta é aumentar este índice para 30% em até quatro anos”, finaliza Blumenschein.