• Português do Brasil
  • English
  • Español
  • العربية

Gulfood: USD 12,7 Milhões em negócios para o Brasil

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ABICAB, em parceria com a Apex-Brasil, levou nove empresas do setor para a maior feira de alimentos do Oriente Médio

De 8 a 12 de fevereiro, empresas brasileiras do setor de chocolate, balas e amendoim desembarcaram em Dubai, nos Emirados Árabes. O objetivo foi participar da Gulfood, a maior feira de alimentos do Oriente Médio e também a mais importante em termos de negócios para o segmento de confectionery do Brasil. Na ocasião, foram mais de 1.000 contatos e os negócios fechados renderam US$ 3,2 milhões. Já as transações prospectadas (negócios futuros) para os próximos 12 meses poderão chegar à ordem de US$ 9,5 milhões.

Nove empresas do Projeto Sweet Brasil — Aladim, AMMA, Chocolates Garoto, Docile, Dori, Embaré, Harald, Peccin e Riclan — fizeram parte do evento promovido pela ABICAB (Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados) em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) – Entre os principais mercados com os quais as empresas brasileiras fizeram negócios foram Yemen, Arabia Saudita, Jordânia, Argélia, Iraque, Gana, Sudão, Kuwait, Quatar, Emirados Árabes Unidos, Madagascar, Mauritania, Palestina e Egito.

”A Gulfood é uma oportunidade para as empresas do setor de chocolates, balas e amendoim mostrarem suas inovações, brasilidade e a qualidade de seus produtos para potenciais compradores do Oriente Médio. A região é um dos principais alvos do projeto Sweet Brasil, marca de promoção de exportação da ABICAB, e que em 2014 gerou excelentes resultados. Em 2015, esperamos ampliar ainda mais os negócios e contatos durante o evento”, declara o vice-presidente de Exportação da ABICAB, Romualdo Silva, que no último dia 10 participou de um jantar promovido pela Apex- Brasil para convidados e imprensa, em função da Feira.

Com uma média de 3 mil visitantes, a Gulfood gerou negócios da ordem de US$ 5,4 milhões em 2014 para as empresas brasileiras, resultado 80% superior a 2013. Além disso, prospectaram cerca de US$ 15 milhões em negociações a serem concretizadas durante o ano de 2015.