• Português do Brasil
  • English
  • Español
  • العربية

Lançamentos, produtos tradicionais e sabores típicos no Pavilhão Brasil na Sweets and Snacks Expo 2019

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Indústria brasileira de confectionery e snacks chega a Chicago fortalecida com aumento de exportações em 2018 e resultados espetaculares na ISM 2019, em Colonia, Alemanha.

 

Dez companhias apresentam novidades que acompanham as tendências internacionais no Pavilhão Brasil, Booth 1861.

 

Depois de obterem aumento recorde de 150% no total de negócios feitos na ISM, confirmando a tendência de aumento de exportações pelo terceiro ano seguido, as empresas brasileiras apostam em manter o ímpeto, trazendo para a Sweets and Snacks Expo 2019, de 21 a 23 de maio, em Chicago, lançamentos e destaques em vendas nos últimos meses. Nos estandes do Pavilhão Brasil, produtos saudáveis, snacks com cereais integrais, chocolates feitos com cacau sustentável, doces tipicamente brasileiros e de aceitação internacional, além de produtos que já têm tradição e conquistaram consumidores em todos os continentes.

 

Participam do Pavilhão Brasil, booth 1861, as empresas BERBAU, EMBARÉ, EMEX, GAROTO, GRANÓ, JAZAM, MARILAN, PECCIN, RICLAN e SIMAS. O Pavilhão é organizado pela ABICAB (Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas), com apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

 

Cacau e floresta em harmonia

 

A boa fase da indústria brasileira de confectionery e snacks é resultado de fortes investimentos das empresas nos últimos cinco anos e da expansão da produção de cacau no sistema cabruca. Por esse sistema, o cacau é cultivado em harmonia com a floresta, o que permite a expansão da produção nos principais estados produtores, Pará – em meio à Amazônia – e Bahia – em meio à Mata Atlântica.

 

O apoio à produção sustentável e ao aumento da produtividade de cacau são parte dos objetivos da CocoaAction Brasil, iniciativa da World Cocoa Foundation (WCF), que reúne agricultores, empresas, governos e ONGs. 

 

Atualmente o Brasil produz 170 mil toneladas de cacau por ano e importa outras 80 mil toneladas para atender o mercado doméstico e as exportações de confectionery e chocolate.

 

“O objetivo é dobrar a produção nacional de cacau em 10 anos e assim não apenas atender ao consumo crescente no mercado interno como também exportar para aproveitar a expansão global da demanda”, diz o presidente da ABICAB, Ubiracy Fonsêca.

 

A iniciativa CocoaAction Brasil foi lançada no final de 2018 e as articulações entre o setor e o governo preveem programas de incentivo de produção do cacau de forma sustentável em outras regiões do Brasil, inclusive como parte de projetos de reflorestamento.

 

 

Lançamentos e destaques em Chicago

 

Entre os destaques no Pavilhão Brasil, Booth 1861:

Pirulitos recheados de chocolate e chicletes da BERBAU;

Lançamentos de novos sabores e formatos dos consagrados caramelos da EMBARÉ;

Lançamentos da tradicional fabricante de chocolates GAROTO;

Lançamentos de novos sabores de snacks de granola da GRANÓ;

Lançamentos de uma versão industrializada do tradicional churros da JAZAM;

Lançamento de novas linhas de biscoitos com cereais integrais da MARILAN;

Lançamento de plataformas inovadoras do tradicional chocolate Trento da PECCIN;

Os doces better-for-you da RICLAN;

Lançamentos de balas e pirulitos da SIMAS no mercado americano.

 

E outros.

 

For more information about products, please click here

For images, please click here

 

SOBRE A ABICAB – Fundada em 1957, a Abicab representa os principais fabricantes de Chocolate, Amendoim, Balas e derivados do País junto às esferas pública e privada, seja no Brasil ou no exterior. A indústria brasileira nestes setores fatura cerca de R$ 25 bilhões e gera mais de 42 mil empregos diretos, sendo considerada uma das mais relevantes do mundo, tanto em valor de venda quanto em qualidade e segurança dos produtos. A entidade, que representa atualmente 92% do mercado de chocolates, 93% do mercado de balas e confeitos e 62% do mercado de amendoim, tem como objetivo central implementar ações de valorização, promoção e fomento dos mercados internos e externo nestes setores.

 

SOBRE O PROJETO BRASIL SWEETS AND SNACKS – O Projeto Brasil Sweets and Snacks Project foi desenvolvido com o objetivo de fortalecer e promover o setor, sendo uma das principais atividades da ABICAB. Criado em parceria com a Apex-Brasil em Março 1998 com o objetivo de promover produtos brasileiros a nível internacional ele apoia atualmente 48 empresas que exportam para mais de 140 países.

Participe: www.brasilsns.org.br/br/participe 

 

Sobre APEX-BRASIL – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. Para alcançar os objetivos, a Apex-Brasil realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira entre outras plataformas de negócios que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil.

 

For further information, please contact AJA Media Solutions:

 

Marcio Damasceno (Berlin): +49 179 8759154– damasceno@ajasolutions.co.uk

Maria Luiza Abbott (London): +44 772 0297199 – cuca@ajasolutions.co.uk