• Português do Brasil
  • English
  • Español
  • العربية

Poucas empresas utilizam o Sistema Geral de Preferências

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

De acordo com reportagem publicada na Folha de S.Paulo, no dia 03 de outubro, cerca de 70% dos produtos que têm direito à isenção de tarifa para exportação aos Estados Unidos não foram vendidos pelo sistema de preferências do qual o país faz parte. A falta de informação sobre o Sistema Geral de Preferências, o SGP, tanto das empresas brasileiras como das americanas — que são responsáveis por preencher um formulário fazendo constar o SGP — seria o motivo.

Um levantamento realizado pelo Itamaraty revela que em 2015, 2.309 dos 3.278 itens que constam no SGP não foram exportados para os Estados Unidos ou tiveram a tarifa cobrada integralmente, sem necessidade. Diversos produtos de confectionery se enquadram nesse cenário.

Criado em 1970, o sistema atualmente é utilizado em apenas 7% de tudo que o Brasil exporta para os EUA. Nos anos 1990, esse índice era de 25%. Para mais informações sobre o SGP e lista dos produtos de confectioney que possuem isenção de tarifa, basta acessar o Portal do Exportador (clique aqui).